Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Conversas de gajas

Adoro as saídas só de gajas! A conversa é sempre leve, divertida e cheia de lições de vida. Além disso, quando pensamos que estamos mal, há sempre quem conte uma historia ainda pior…

A conversa de hoje não foi diferente das outras. Dá-mos voltas e voltas aos temas da actualidade, quem fez isto, quem foi onde, e acabamos sempre no mesmo: a nossa miserável vida amorosa.

 

O problema é encontrar um gajo com cabeça! Já nem ligo muito à aparência… só queria que gostasse das coisas que eu gosto… que encarasse a vida como eu…

Pois… realmente isso é difícil… mas mesmo assim gosto de tipos mais novos… Carninha fresca!!

Eu queria um gajo que me arrebatasse e me fizesse esquecer o mundo. Sempre escolhi os meus namorados… acho que nunca me apaixonei assim, loucamente.”

 

Parece que vivemos num mundo sem homens ideais, todos têm defeitos, todos são imaturos, todos andam atrás de qualquer rabo de saia que lhe apareça á frente. Será que é assim mesmo?

Se pensarmos bem, hoje em dia, não sei quem come quem! Apesar da versão deles ser sempre “Eu comi aquela gaja com uma pinta…” já há muita mulher que sabe bem como os levar… No fundo, são elas que dão o primeiro passo, que os atrai até onde querem e que lhes abre a porta do apartamento. O ego deles mantém-se intacto, mas que os come, são mesmo elas!

 

E digam-me como podemos nós querer um homem que não pense em sexo quando somos as primeiras a fazê-lo? Eles comem tudo o que mexe? Eu diria que nós deixamos que eles o façam. Eles usam as mulheres? Eu diriam que nós deixamos que isso aconteça, ou deixamos que eles pensem que é assim.

 

Apesar de tudo, eu cá acho que com a atitude certa, qualquer mulher leva o homem que quer!”

“Leva… pá cama! E depois? Quem fica ali quando estamos com SPM? Se for só para usar o material uso um vibrador! Ao menos num fala, num se arma em galo, não se vai embora de manha e podemos usa-lo quando quisermos!”

 

Apesar de tudo, o sexo já não é o que era. Satisfaz, mas não enche.

 

O homem perfeito?

Pode estar ao virar da esquina, mas parece que quanto mais o procuramos, menos o vemos…

publicado por happyend às 21:55
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

(IN)Seguranças II

Quando passo um dia com a Rita dou graças a Deus por ser tão descontraída face à vida.

A aventura começa logo ao sair de casa:

 

“Que achas??? Levo o top verde com as calças azuis ou levo a camisa cor-de-rosa???”

“Ficam-te bem as duas. Mas… leva a verde.”

“ Mas a verde fica-me apertada nas mamas… Acho que vou levar a rosinha”

 

Já aqui começam os meus nervos a fervilhar…

 

“E os brincos… acho que levo estes! Espera só mais um bocadinho que me vou pintar.”

 

Às vezes pergunto-me porque raio saio com ela.

Faz brilharete quando, finalmente, sai à rua. Não à gajo que fique indiferente aos caracóis que lhe caem pelas costas a baixo e pela pele morena que emoldura uns olhos desconcertantemente verdes.

 

“Olha o Rui levou-me ontem àquele restaurante caríssimo na baixa… Nem acreditei quando me disse que íamos lá.”

 

O Rui…

Esse sim, é boa peça! Quando se digna a leva-la a sítios caros ou aparece com presentes estupidamente exuberantes quer dizer apenas uma coisa: fez merda outra vez!

Já dissemos à Rita, vezes sem conta, o porquê destas surpresas mas não adianta. O rapaz aparece lá com as coisas, a fazer olhinhos de carneiro mal morto e pronto. Já nem é preciso mais nada, a Rita simplesmente apaga a situação daquela cabeça cheia de confusões.

 

Pena da Rita?

Nunca! É uma miúda despachada e também não lhe faltam pequenas aventuras por aí. Se vai sozinha para a noite nunca chega sozinha a casa e muito menos à cama. Goza a vida ao máximo, às vezes de forma demasiado inconsequente, mas consegue sempre safar-se. Não há um gajo bonito nas redondezas que ela não conheça… intimamente.

 

Acho que os dois até se merecem. Com tal, ainda casam, têm muitos filhos (“engraçado… nenhum se parece com o pai…”) e vivem felizes para sempre

 

Hoje em dia, muita gente enche a boca para dizer que namora. Quem muitos os/as gaba normalmente esconde outras coisas, como que para se convencerem a si mesmos de que vale mesmo a pena. Mas para quê?

 

Às vezes olha-me como se fosse um bicho estranho, por dizer estas coisas.

 

“Ainda não percebi porque andas com esse gajo…”

“Porque gosto dele…”

 

Sorri… um dos raros sorrisos envergonhados…

 

“Porque tenho medo de não arranjar outro namorado como ele…”

“Dasssse pá burra!! Pois não, não arranjas… Arranjavas era melhor!”

publicado por happyend às 20:13
link do post | comentar | favorito

Quem corre por gosto.... cansa-se menos!

Hoje é terça-feira…. Ou melhor, já é quarta!

É dia de trabalhar com umas crianças muito especiais… são tão motivadas e motivadoras!!!

 

“Vá portem-se bem que hoje vamos fazer uma coisa que vocês gostam!”

 

Tentamos desesperadamente alegrar e de alguma forma enganar os pequenos. Digo enganar porque no fundo, no fundo, sabemos que por muito que tentemos eles nunca gostarão a 100% do que vão fazer. É por isso que são especiais…

 

“Vamos fazer um cartaz para a festa!”

“Ó que seca……”

“Fogo! Pensei que íamos ver um filme….”

“Num pudemos fazer outra coisa??”

 

Não adianta… Podíamos fazer o pino, dançar em cima da mesa ou até levar uma dúzia de cães amestrados que nunca os ouviremos um “Fixe!!” que seja repetido por todos e por mais de cinco minutos da aula. Se levamos um filme, querem fazer um desenho. Levamos desenhos, querem estudar Inglês. Levamos fichas de Inglês querem falar de Ciências.

 

É irritante e desmotivante, eu sei, mas fazemos os impossíveis por continuar… a vontade, às vezes não é muita, mas é mesmo assim: fazemos o que gostamos e sofremos com isso.

 

Profissão ingrata e gratificante ao mesmo tempo!

 

É difícil quando trabalhamos horas para depois eles não gostarem ou não valorizarem…

É óptimo quando recebemos um beijo, um abraço, ou uma flor só porque gostam de nós…

É simplesmente fantástico quando vemos que aprenderam e que já são capazes de voar sozinhos.

 

 

Professor sooooooooooffffrree!!!!




 


 

publicado por happyend às 01:50
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

(IN)Seguranças

A Francisca namora com o Ricardo há décadas. É linda, bem-educada, divertida, inteligente, profissionalmente bem sucedida… Enfim, o sonho de qualquer homem. É também, doida por ele.

Um dia ele chega tarde de mais a casa…

 

“Onde estiveste??? São horas de chegar a casa?”

“Estive beber uns copos com o pessoal. Já não saia à uns tempos. Porque? Que tens?

“ Que tenho???”

 

A discussão dura horas, o amuo dura dias, mas a insegurança dura muito mais.

 

Toda a gente a tem… mais escondida ou mais exposta, mas está lá. Algumas parecem-nos ridículas, outras são simplesmente hilariantes, mas também há aquelas que reconhecemos como perfeitamente normais e compreensíveis.

A Sofia é insegura por ser gordinha, a Raquel porque tem uma maneira estranha de falar, a Inês porque tem um dedo mais pequeno do que os outros, a Maria porque acha que tem um rabo de preta, a João porque tem orelhas gigantes… Enfim os motivos podem ser múltiplos mas quase sempre se prendem com a aparência.

 

Girls: Se os gajos num gostam de vocês até podiam ser Top Models que eles arranjariam todos os defeitos e mais alguns.

 

Um dia destes ainda vamos ter uma geração de meninas perfeitas. Meninas talhadas com requinte, bonitas, sem qualquer imperfeição. Mas por este andar, vão ser todas fúteis, mais preocupadas com o que vestem do que com o que dizem.

 

Boys: Acordem pá vida!!! Acham que uma Barbie é boa companhia? Na cama até pode ser, mas nem isso é certo… Experimentem levá-las a um museu, a um teatro, a cinema ou até mesmo leva-las num jantar mais simples com os amigos de sempre… Quando virem que os vossos amigos, que no inicio num se cansavam de babar quando a viam, começarem a olhar mais para ela não pensem que é por inveja… não, é mesmo por pasmo de tanta asneira que ela diz!

 

Não quero dizer com isto, que deixem de se arranjar, de se pentear ou de tomar banho!! Mas embelezem também o que está “por dentro”… Uma menina bonita, inteligente e bem arranjada pode conquistar o mundo se quiser! E não são assim tantas como isso… por isso a concorrência também é pouca.

publicado por happyend às 16:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 27 de Maio de 2007

Friends will be friends

Sexta-feira, dez da noite. Hora de decidir se vamos para a noite e para onde vamos.

O desatino é o mesmo, todos os fins-de-semana: “será que vai estar fixe?” Bem, o stress não está nesta questão mas sim nas diferentes interpretações e significados que as pessoas lhe atribuem.

 

Durante anos saía e não me importava nada com o que ia encontrar. Íamos (eu e a Kika) para qualquer lado, a qualquer hora e o resultado era sempre o mesmo: uma noite repleta de brincadeiras, novos conhecimentos e muita, muita diversão. A única coisa que nos podia fazer variar o humor era o próprio humor do DJ que por vezes acordava “inspirado” e a música… Enfim!

 

Hoje em dia as coisas são diferentes. Há quem só saia se souber á partida que está por lá o Chikinho, o Ruca ou o Tito… (sim, porque até os diminutivos que se atribuem aos homens são diferentes! Hoje em dia é tudo “muito fofo”).

 

Porque raio já ninguém sai só para se divertir??? Será que é mesmo preciso ir só para que alguém nos veja? Será que só se sai para arranjar uma queca? Já não há vontade própria?

 

Eu cá saio quando me apetece e a disco até pode estar vazia desde que o meu grupo seja o do costume. Perfeito, até é ficar em casa e dizer umas bacoradas de copo na mão, em frente à Tv e a comer amendoins.

 

É certo que neste mundo tudo evolui. Os comportamentos e as atitudes tendem a ser diferentes com o passar dos anos… mas isto… No fundo vai tudo bater no mesmo: à solidão e ao medo exagerado que as pessoas têm dela.

 

O meu conselho? Vivam as vossas vidas de bem com vocês mesmos. Se pensarmos bem, há um montão de pessoas que nos querem bem, que adoram estar connosco, que se riem das nossas piadas… E essas pessoas não são as que só aparecem, á noite, na discoteca ou no bar. São aquelas que nos mimam todos os dias com um “Bom dia” logo pela manha, são as que nos ligam só porque já não falamos há uns dias, são aquelas que nos aturam mesmo quando estamos com “cara de segunda-feira”.

Mimem os vossos amigos porque eles são bem mais importantes que um engate qualquer.



 

heheheh sorry não resisti

 

publicado por happyend às 15:03
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 26 de Maio de 2007

Love to be loved

“Seis da tarde!

Finalmente são horas de ir para casa e abraçar o fim-de-semana…

Alguém vai sair logo à noite?”

 

“ Logo… hã… num sei…”

“ Acho que não, mas se sairmos ligamos-te…”

“Não hoje não vou sair, mas depois digo qualquer coisa…”

 

Laide Aparecida dos Santos. É a típica trintona, solteira, bem colocada na vida, mas desesperadamente incapaz de agarrar um homem… nem mesmo para umas cambalhotas!

Na hora de sair para tomar café tem por companhia apenas aqueles que a conhecem há anos e que já não são capazes de se livrar dela, ou que já estão demasiado habituados para pensar nisso.

Novos amigos?? É difícil conseguir aproximar-se de alguém com aquela fama de víbora linguaruda que a persegue… Ás vezes consegue, por uns tempos, juntar-se a outro grupo, mas que a descarta ao fim de duas ou três saídas.

 

Não é má pessoa… é apenas interesseira, egoísta, demasiado empinada e mimada! Hehehe… Eu sei que parece um manifesto anti-Laide mas até não é. O que não falta por aí são Laides Aparecidas e toda a gente conhece uma. No fundo, no fundo, até temos pena delas.

 

O mais divertido de tudo é sair à noite com uma.

A Miss Atitude vai, cheia de segurança, em cima dos seus sapatinhos de marca e com a sua verdadeira idade escondida por baixo da camada espessa de base. A conversa da menina?? Sempre a mesma:

- Sexo: que diz não ter desde a passada mudança de década,

- Gajos: que nunca são suficientemente bons, bonitos ou interessantes;

- Todo os outros conhecidos e amigos: porque há sempre qualquer coisa para contar sobre as pessoas que conhece.

E esta é a conversa connosco, por que os gajos o tema principal é o primeiro e ainda um rol de afirmações provocantes, num vá o diabo tece-las e um deles não ter que fazer e haver a possibilidade de acabar a noite na cama dela.

Depois de constatar que nenhum dos homens presentes lhe dá a conversa que deseja, acaba por se sentar a um canto e por fechar a boca. Mais dez minutos e …


” Estou cansada, vou para casa…”

 

Moral da historia??

 

Não se encham de falsos moralismos e de falsa segurança. Toda a gente dá conta que é mentira e no fim quem sofre são vocês!

Não é o facto de termos a cama quente que vai fazer de nós melhores pessoas. Nem é por termos ido à Inglaterra, ou termos um apartamento ou uma pipa de dinheiro que os outros vão querer perder tempo connosco. Acima de tudo, temos de gostar mmmmuuuiiiiitttttoooo de nós! E só aí é que os outros vão conseguir gostar. E dizer mal dos amigos… bem, também não é boa estratégia e apenas demonstra inveja.

 

Love to be loved…

publicado por happyend às 13:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

Just smile...

 

Acordei leve, livre e feliz.

Li e reli as palavra já por mim escritas…

 

“Já não dói…”

 

Passaram anos, e havia sempre qualquer coisa que me prendia ao passado. Um anel, um CD, uma foto ou até um local. Mas hoje tomei consciência de que a tempestade passou e o meu coração naufragado chegou são e salvo à praia.

 

Foram muitas as noites sem dormir, a chorar, a sofrer…

Foram imensas a vezes em que parecia não haver saída, solução ou futuro…

Foram demais as vezes em que me deixei levar pelo sentimento de perda, de traição e de insegurança.

 

“Já não dói!!!!!”

 

Imaginem o sorriso de uma criança… inocente, verdadeiro, feliz… é esse sorriso que não consigo tirar da minha alma...

publicado por happyend às 01:11
link do post | comentar | favorito

.This is... me

online

.posts recentes

. Futebol? No thanks!

. Hipócritas de Natal

. Supé- Tias do século XXI

. Do que elas gostam...

. Just think about it...

. Se hesistas muito é porqu...

. To Like / To Love

. Don't worry... be happy

. Fazes-me falta

. O poder das palavras

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Visitantes

Free Hit Counters
Free Counter

.arquivos

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Vem ver...

.favorito

. Fazes-me falta

. Férias (in)desejadas

. Love to be loved

. Friends will be friends

. (IN)Seguranças

. Conversas de gajas

. CUIDADO COM A ALERGIA!!!

blogs SAPO